top of page
  • Foto do escritorCAS

Não me culpe

Atualizado: 25 de ago. de 2020

Não me culpe por eu me culpar. Se eu falo “não me culpe” é porque ainda carrego no Divino em mim traços do humano. Traços incrustados por uma humanidade especialista em doutrinar com base em limitações e crenças.

Quer ler mais?

Inscreva-se em claudioalexandredesouza.com para continuar lendo esse post exclusivo.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Um dia sem as folhas lá 

Um dia sem as folhas lá Um dia as folhas estão lá Uma árvore era Uma árvore é As estações vem As estações vão Ela, existindo está Ela está vivendo É o que é É o que tem que ser É o que nasceu para tor

Verve literária

Uma verve literária, acabo de descobrir o nome deste sentimento, chama-lo-ei assim. Filosoficamente, chamá-la de entusiasmo, divino é, o divino em nós, buscá-lo para vivê-lo. Ser uma inspiração result

Você é você 

Você é você A muito boa você A você que nascestes para ser Àquela você destinada a tornar-se-á A você com todas as suas potencialidades Está é a você Opte ser a você que tu desejas ser dentre as infin

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page